Central de Notícias

ARTIGOS

FCC: Não basta saber fazer as questões

14/06/2018 - Fabrício Massena Petruccelli

Tem que saber fazer RÁPIDO!

Olá, querido concurseiro!

Meu nome é Fabrício, sou Auditor Fiscal do Estado do Rio de Janeiro, aprovado em 3º lugar no último concurso (2014), e consultor da LS Concursos desde então.

Nesse artigo, falarei especificamente sobre a VELOCIDADE  na resolução das questões nas provas da Fundação Carlos Chagas (FCC). Acredite: esse tem sido um dos principais diferenciais entre os candidatos.

Nas provas da FCC não adianta sabermos a matéria, temos que saber e ter agilidade para resolver as questões de maneira rápida. Os candidatos que não atentam para isso, acabam não conseguindo terminar de resolver as questões e, com isso, não conseguem uma boa pontuação.

E como conseguir se diferenciar nesse quesito? Bem, vou dividir as dicas em duas etapas: antes da prova e na hora da prova.

Antes da prova:

Resolva sempre os exercício com o cronômetro ao lado, vendo em quanto tempo consegue terminar as questões. Se ficar atento a isso, aos poucos conseguirá melhorar a sua velocidade e se diferenciar nessa parte.

Além disso, quando tiver fazendo baterias de exercícios, tente passar o olho em todas as questões da bateria antes de começar a fazer a primeira questão. É importante ficar acostumado a fazer isso para que na hora da prova consiga garantir os pontos mais fáceis e menos trabalhosos, além de ganhar mais confiança para fazer as questões difíceis e trabalhosas.

Na hora da prova:

Nessa parte, darei dicas específicas sobre algumas matérias, para que consiga ter tempo de resolver todas as questões da prova.

Exatas:

A FCC costuma colocar questões bem trabalhosas no início para que os candidatos se desestabilizem e percam tempo na matéria. Muitas das vezes, as questões são até fáceis, mas exigem muitas contas até chegar ao resultado. Além disso, a banca não costuma colocar muito espaço entre as questões, o que dificulta a organização.

Direito Tributário:

A banca introduz as questões com textos grandes sobre o assunto. Esses textos podem até ser úteis em algumas ocasiões, mas normalmente conseguimos fazer as questões sem lê-los por completo. Portanto, nessa matéria aconselho que faça uma leitura em diagonal do texto (passar somente o olho sobre o texto) e veja o que a questão quer na pergunta final. Somente se precisar de algum detalhe do texto deve lê-lo por completo.

Português:

A FCC é famosa por variar bastante entre provas fácies e difíceis nessa matéria. No entanto, algo que devemos ter em mente é tentar buscar as questões de gramática antes de fazer as de interpretação. Isso é interessante pelos motivos que coloquei na introdução do artigo e nos faz depender menos da leitura dos textos para conseguirmos pontuar na matéria. Isso numa prova que tem mínimos é mais importante ainda.

Bom, espero que tenham gostado do artigo e que os ajude a lograr êxito nessa trajetória do concurso público.

Até o próximo,

Fabrício Massena Petruccelli

Clique a seguir e siga-me no Instagram: