Central de Notícias

ARTIGOS

Auditoria – Como acertar a questão

22/08/2018 - Marcelle Souza

Auditoria – Como acertar a questão

Hoje vamos conversar um pouco sobre uma matéria que, embora  seja pequena, acaba tirando muitos alunos da lista de aprovados.  Com certeza você já levou um susto na prova ou soube de alguém que levou. Enquanto você estuda o conteúdo, não há problemas, pois os assuntos não são de difícil assimilação. Entretanto, quando chega na prova é surpreendido por questões difíceis e que não estavam no seu material.

Se você já passou por isso ou não quer arriscar passar, continue lendo esse artigo!!

Vamos analisar duas questões da última prova que ocorreu para o cargo de Auditor Fiscal do ISS São Luís:

(Auditor Fiscal do ISS São Luís / FCC / 2018) Acerca dos procedimentos em perícia contábil e suas definições, no que se refere às normas vigentes de auditoria,

(A) investigação é o ato de qualificação e quantificação física de coisas, bens, direitos e obrigações.

(B) indagação é a busca de informações mediante entrevista com conhecedores do objeto ou fato relacionado à perícia.

(C) arbitramento é o ato de atestar a informação trazida ao laudo pericial contábil pelo perito-contador, conferindo-lhe caráter de autenticidade pela fé pública atribuída a este profissional.

(D) mensuração é a determinação de valores ou a solução de controvérsia por critério técnico.

(E) certificação é a pesquisa que busca trazer ao laudo pericial contábil ou parecer pericial contábil o que está oculto por quaisquer circunstâncias.

Comentários:

Vamos ver como a banca não tem o trabalho nem de trocar a ordem da norma! Seguem trechos da NBCTP01:

Procedimentos

A indagação é a busca de informações mediante entrevista com conhecedores do objeto ou de fato relacionado à perícia.

A investigação é a pesquisa que busca trazer ao laudo pericial contábil ou parecer técnico-contábil o que está oculto por quaisquer circunstâncias.

O arbitramento é a determinação de valores, quantidades ou a solução de controvérsia por critério técnico-científico.

A mensuração é o ato de qualificação e quantificação física de coisas, bens, direitos e obrigações.

A certificação é o ato de atestar a informação trazida ao laudo ou ao parecer pelo perito.

Analisando cada alternativa:

(A) investigação é o ato de qualificação e quantificação física de coisas, bens, direitos e obrigações. Trata-se da mensuração.

(B) indagação é a busca de informações mediante entrevista com conhecedores do objeto ou fato relacionado à perícia. Alternativa correta.

(C) arbitramento é o ato de atestar a informação trazida ao laudo pericial contábil pelo perito-contador, conferindo-lhe caráter de autenticidade pela fé pública atribuída a este profissional. Trata-se da certificação.

(D) mensuração é a determinação de valores ou a solução de controvérsia por critério técnico. Trata-se do arbitramento.

(E) certificação é a pesquisa que busca trazer ao laudo pericial contábil ou parecer pericial contábil o que está oculto por quaisquer circunstâncias. Trata-se da investigação.

Portanto, alternativa correta é B.

Como vocês podem ver, a banca cobrou conceitos explícitos da NBC TP01.

Vamos dar uma olhada em outra questão desse mesmo concurso:

 

Norma: NBC TI 01 – Da Auditoria Interna

(Auditor Fiscal do ISS São Luís / FCC / 2018) A Controladoria-Geral do Município, considerando a relevância e materialidade da matriz de riscos de auditoria, planeja uma operação na seção encarregada pelo arbitramento da receita tributável dos serviços da construção civil. Na atividade preparatória, levantou-se que há uma normatização interna que prevê: 

I.Claramente os casos que serão objeto de arbitramento.

II.Segregação de funções.

III. Emprego de sistema informatizado que registra dados de segurança e alterações realizadas.

IV.Revisão independente por sorteio aleatório de autos de infração.

V.Manutenção de registros por 20 anos.

Visitando o órgão, o auditor acompanhou o procedimento durante sua execução, atestando que, de fato, as normas vêm sendo seguidas, embora tenha deixado de calcular a exatidão de casos específicos.

O procedimento adotado refere-se a um teste:

(A) de observância que adotou procedimento de confirmação, restando conclusivo, tendo em vista o cumprimento da norma.

(B) substantivo que adotou procedimento de vistoria, restando inconclusivo, pois pende de exame que ainda será realizado.

(C) substantivo que adotou procedimento de confirmação, restando conclusivo, tendo em vista o cumprimento da norma.

(D) de observância que adotou procedimento de investigação, restando inconclusivo, pois pende de exame que ainda será realizado.

(E) de observância que adotou procedimento de observação, restando conclusivo, tendo em vista o cumprimento da norma.

Comentários:

Questão aborda uma situação que devemos nos basear na NBC TI 01, uma vez que trata de auditoria interna (). Veja que existe uma preocupação em saber se os princípios administrativos de controle interno estão funcionando de fato.  Para isso, adotou-se o procedimento de observação.

A NBC TI 01 define testes de observância e testes substantivos da seguinte forma:

12.2.3 – Procedimentos da Auditoria Interna:

12.2.3.1 – Os procedimentos da Auditoria Interna constituem exames e investigações, incluindo testes de observância e testes substantivos, que permitem ao auditor interno obter subsídios suficientes para fundamentar suas conclusões e recomendações à administração da entidade.

12.2.3.2 – Os testes de observância visam à obtenção de razoável segurança de que os controles internos estabelecidos pela administração estão em efetivo funcionamento, inclusive quanto ao seu cumprimento pelos funcionários e administradores da entidade. Na sua aplicação, devem ser considerados os seguintes procedimentos:

a) inspeção – verificação de registros, documentos e ativos tangíveis;

b) observação – acompanhamento de processo ou procedimento quando de sua execução; e

c) investigação e confirmação – obtenção de informações perante pessoas físicas ou jurídicas conhecedoras das transações e das operações, dentro ou fora da entidade.

12.2.3.3 – Os testes substantivos visam à obtenção de evidência quanto à suficiência, exatidão e validade dos dados produzidos pelos sistemas de informação da entidade.

Atualmente esses testes têm novas designações. Segundo A NBC TA 330 (R1):

Para fins das normas de auditoria, os termos abaixo têm os seguintes significados:

(a)   Procedimento substantivo é o procedimento de auditoria planejado para detectar distorções relevantes no nível de afirmações. Os procedimentos substantivos incluem:

(i)    testes de detalhes (de classes de transações, de saldos de contas e de divulgações); e

(ii)   procedimentos analíticos substantivos.

(b)   Teste de controle é o procedimento de auditoria planejado para avaliar a efetividade operacional dos controles na prevenção ou detecção e correção de distorções relevantes no nível de afirmações.

Resumidamente:

Testes de observância (atualmente Testes de controle) faz a verificação dos controles internos. É analisado se os procedimentos são executados corretamente (existência, efetividade e continuidade).

Testes substantivos (atualmente Procedimentos analíticos substantivos) faz a verificação da informação propriamente dita, tais como: classes de transações, de saldos de contas e de divulgações.

Portanto, alternativa correta é E.

Se quiser ler a análise de toda a prova, entre no nosso site: www.lsensino.com.br

Outra que a banca usou conceitos das Normas de Auditoria para montar a questão. Aqui ela até contou um história, mas o que resolveu a questão foi a NBC.

O que eu estou querendo mostrar com isso?  Na verdade, muitos alunos ainda estudam auditoria  somente pelos conceitos nas apostilas e não acham importante a leitura  das normas. Pense o seguinte: Você estuda Direito Constitucional sem ler a Constituição Federal? Ou Então Direito Civil sem ler o Código Civil?  A Auditoria cobrada nas provas atualmente exige que o aluno tenha uma boa leitura das normas “secas”.

Se você gostou do artigo e chegou até aqui deve estar se perguntando:

– Mas como vou ler todas as normas? Algumas são muito grandes e possuem muitos apêndices.

Agora que o aluno da LS Concursos se sente privilegiado. Pois tanto antes de sair o edital, como depois, nossos alunos estudam cada assunto de Auditoria com as normas esquematizadas. Mas o que seria esquematizada?  Todo aluno recebe um link com a norma em pdf sublinhada com os conceitos mais cobrados e que são mais importantes nos estudos.

Por fim, com certeza já passou pela sua cabeça o seguinte pensamento: É muito chato ler essas normas  e eu não entendo nada!

Dica  importante!!! Como tornar a leitura das normas de auditoria mais prazerosa? Vamos lá!

1º passo: lei a norma somente após ter visto o assunto na apostila.

2º passo: leia toda a norma marcando os conceitos, pois no decorrer de todas elas existem palavras-chaves que fazem parte do vocabulário da Auditoria. Igual acontece com o Direito, na auditoria também ocorre.

3º passo: leia a norma geral antes, pois ela vai te ajudar a entender as outras. O mesmo que acontece no direito civil com a Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro.

4º passo: leia os apêndices, pelo menos alguns. Pois muitas normas trazem exemplos práticos de auditoria e muitos são cobrados nas provas.

5º passo: Não deixe para ler as normas somente no pós edital, essa é a última dica e mais importante. Pois todo conhecimento leva um tempo para entrar na nossa mente e alguns demoram um pouco mais. Até porque a grande parte dos alunos não trabalham com auditoria, então muitos termos serão estranhos inicialmente.

Fico por aqui, espero ter ajudado na jornada da sua APROVAÇÃO. Lembre-se do seguinte: Não existe nenhum assunto que seja impossível de aprender, o que vai te deixar bom é a prática. Faça os passos acima e em pouco tempo Auditoria estará no seu sangue, fazer uma questão será tão normal como beber água.

Aproveite para agendar uma entrevista com a nossa equipe.

Clique a seguir e siga-me no Instagram:

Consultora Marcelle Souza