Central de Notícias

ARTIGOS

Concurso público: investimento ou despesa?

03/04/2018 - Gleidson Cardoso

Olá pessoal, tudo bem?

Hoje, vamos falar sobre um fator altamente decisivo na vida do concurseiro: o investimento necessário para estudar.

Inicialmente deixe-me continuar com o conceito já induzido neste artigo e que você pode estar se perguntando: é investimento mesmo ou despesa?

Meus nobres, afirmo, sem sombra de erro, que se trata de investimento! E dos melhores na relação custo x benefício. De forma mais abrangente, toda educação e aprendizado que você adquire ao longo da sua vida deve ser tratado como investimento.

Você pode aplicar em situações diversas um assunto que aprendeu anos atrás e nem se dava conta da sua importância. Se isso já aconteceu com contigo, você está no fluxo normal do aprendizado.

Sobre concurso público em si, a primeira vista, é relevante os custos com livros, materiais em PDF, videoaulas, consultoria, taxa de inscrição e deslocamentos para o local de prova. Mas, como tudo em nossas vidas, afirmar se os valores são elevados ou não dependerá do seu ponto de vista.

Como assim Gleidson? Vejamos a mesma situação sob ângulos diferentes:

– para quem estuda com pesar, reclamando do valor “gasto” com material, para quem enxerga a aprovação no concurso como algo muito distante e está estudando apenas para “cumprir tabela”, não existirá outra forma de pensar a não ser achar que está jogando dinheiro na lata do lixo.

– de outro modo, se você encara o concurso como uma oportunidade de ascensão de vida, tem a consciência de que a aprovação só depende de você e que a preparação é apenas um processo de triagem para selecionar os mais preparados, a missão fica bem mais leve e compreensão de que se trata de investimento em estudo é aceita sem ressalvas.

A depender do concurso que se deseja preparar, o valor do primeiro salário poderá cobrir toda o investimento que você realizou para estudar ao longo de vários meses ou anos. A partir dos demais salários então, a certeza é de lucro certo. Alíás, não há aplicação de renda fixa, variável ou bitcoins que compense o retorno imediato do recebimento do seu salário após sua posse no cargo.

A sua mentalidade deve ser vencedora, concurseiro. Desistir é algo impensável. Estudar até a aprovação é o seu caminho!

Pare de reclamar e estude: compre os materiais mais indicados para o concurso, aprenda com os melhores professores, contrate um consultor para auxiliá-lo e acompanhá-lo na sua jornada rumo a aprovação e rume ao sucesso.

A realidade é aquela que você mesmo impõe a sua vida! Então, podemos mudá-la ao enxergamos o mundo ao nosso redor de maneira diferente, correto?

Como disse Albert Einstein: “a realidade é apenas uma ilusão, apesar de ser uma ilusão bastante persistente”.

Bem, espero ter ajudado você rumo a caminhada da aprovação. Se tiver interesse em falar mais comigo sobre este ou outro assunto, basta enviar e-mail para: gleidsoncardoso.concursos@lsensino.com.br.

Até a próxima!

Consultor Gleidson Cardoso – Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil

Veja também outros artigos de interesse:

– Como me tornei Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil: https://goo.gl/mFzJdG

– Manual da Reprovação: os 10 erros mais comuns que você NÃO deve cometer: https://goo.gl/r62Gn9

– Concorrência oficial x concorrência REAL (área fiscal): existe diferença? https://goo.gl/vK3uAD

– Concorrência oficial x concorrência REAL (área policial): existe diferença? https://goo.gl/QPFd2E

– Discursivas: devo me preparar antes ou depois do edital? https://goo.gl/5QXS7T

– Publicada lei que aumenta a remuneração e altera carreira da RFB: https://goo.gl/zv3SVR

– Comentários de Direito Previdenciário para o TCE-PE: https://goo.gl/2T1kT7

– Qual o momento ideal para começar a estudar para concurso? https://goo.gl/gehSxb

– Indenização de Fronteira para RFB, PF, PRF, AFT e MAPA: https://goo.gl/L93SvF