Central de Notícias

ARTIGOS

Confiança é fundamental

05/09/2017 - Fabrício Massena Petruccelli

A confiança é fundamental. Com certeza você já ouviu isso diversas vezes durante a sua preparação. No entanto, neste artigo, irei falar sobre duas vertentes da confiança que acompanham os candidatos que competem em alto nível nos certames mais disputados: a confiança no trajeto a ser seguido e a auto-confiança.

Confiança no trajeto a ser seguido

A confiança no trajeto envolve ter tranquilidade em saber que está avançando na direção correta, tanto em relação ao concurso-fim, quanto no que foi planejado para ele.

Quando não confiamos que aquele concurso para qual estamos estudando será interessante para nossas vidas ou então quando não nos vemos desempenhando aquela função, a chance de procrastinarmos e não conseguirmos manter um bom ritmo de estudo é muito grande. Outro problema é não acreditarmos que aquele concurso sairá quando estivermos preparados, mas isso é combatido com um estudo mais amplo, para uma área, de forma que consigamos fazer outros concursos similares.

A confiança no planejamento é importantíssima também, pois se não confiarmos naquilo que está sendo proposto, acabamos não absorvendo corretamente a matéria. Ficamos mais preocupados em pensar em possíveis caminhos alternativos e o foco acaba saindo do ponto chave da aprovação: o estudo da matéria em si.

Auto-confiança

Parece mensagem de livro de auto-ajuda (nada contra, gosto de ler esse tipo de livro), mas confiar que somos capazes de alcançar aquele objetivo faz toda a diferença. Percebo que muitos candidatos demoram um pouco para ser aprovados, mas quando vem a primeira classificação, conseguem várias outras na sequência.

Isso ocorre devido à insegurança na hora da prova. Quando não acreditamos que podemos chegar lá, ficamos inseguros na hora de marcar as alternativas, procuramos o porquê de estarmos errados ao fazer aquilo. Como dizia uma professora do ensino fundamental, procuramos chifre na cabeça de cavalo.

Depois que a primeira aprovação chega e vemos que somos capazes de aparecer naquela tão desejada lista, fazemos as provas de maneira mais leve, confiando naquilo que pensamos para aquela questão. Não desconfiamos de nós mesmos.

Portanto, devemos trabalhar bem essa questão da confiança para conseguirmos fazer um bom trabalho nos concursos. Aposte no que foi planejado e em você! Esse é o melhor caminho, diga não à autossabotagem! Depois, se não der certo, corrija, mas não desconfie a cada passo, pois isso acabará minando a sua preparação.

Espero que tenham gostado de mais esse artigo. Fico à disposição para dúvidas, críticas e sugestões no meu e-mail (fabricio@lsconcursos.com.br).

Bons estudos!

Fabrício Massena Petruccelli

Clique a seguir e siga-me no Instagram: