Central de Notícias

ARTIGOS

Estudar para analista/técnico ou para as carreiras jurídicas?

27/12/2018 - Vinicius Caldeira

É lugar comum a ideia de que é mais fácil passar em concurso de técnico e de analista, se comparado aos concursos das carreiras jurídicas, tais como Ministério Público, Magistratura, Defensoria e Procuradorias.

Trago uma verdade inconveniente: não é bem assim!

Os concursos para técnico e analista exigem uma série de disciplinas que o aluno de Direito possui pouca ou nenhuma afinidade: português, informática, raciocínio lógico, administração geral e pública, administração financeira e orçamentária, dentre outras.

As notas de corte nos concursos de técnico e analista são ridiculamente altas, muitas vezes o aluno tem que praticamente gabaritar a prova para ficar entre os primeiros colocados e com chances de efetiva nomeação.

Veja, por exemplo, os concursos para os TRT’s, onde uma questão errada faz o candidato perder dezenas (as vezes centenas) de posições na classificação. Portanto, o aluno não deve se iludir achando que vai passar fácil e rápido estudando para técnico ou analista, pois não vai!

Dessa forma, os alunos formados em Direito que estão em dúvida se estudam para um cargo de carreira-meio ou se já encaram o concurso para a carreira-fim, devem sopesar essas informações.

Afinal, é melhor ficar 2-3 anos estudando raciocínio lógico, informática, português, etc, ou estudando direito empresarial, ambiental, processo civil? Prefiro estudar matérias não jurídicas ou só disciplinas jurídicas?

Os concursos das carreiras jurídicas possuem uma dificuldade em nível vertical, ou seja, a profundidade de cobrança das matérias e as diferentes fases de preparação (prova objetiva, subjetiva e oral). É assustador à primeira vista, mas na minha opinião, um aluno que fez uma faculdade de Direito razoável, que seja dedicado no cumprimento das suas metas de estudo, tem mais chance de passar em um concurso para procurador municipal do que para técnico do TRT, por exemplo.

Portanto, fica essa reflexão aos alunos, pensem bem, coloquem na balança os prós e contras de se estudar para técnico e analista, em detrimento das carreiras jurídicas.

Está com dúvida sobre qual carreira escolher? Ou então você estuda para técnico/analista e pretende mudar para as carreiras jurídicas? Pode me mandar um e-mail que a gente conversa: viniciuscaldeira.lsconcursos@gmail.com