Central de Notícias

ARTIGOS

Vamos pegar mais leve?

04/09/2017 - Katia de Souza

Certo, agora você está pensando que eu enlouqueci. Pegar mais leve? Sim, pegar mais leve, mas não nos estudos. Não nos estudos, nas metas, no seu foco. Pegar mais leve com você.

Um dia você decidiu que queria ingressar no serviço público. Neste momento, decidiu estudar para concurso e, ato contínuo, descobriu a rotina de privações e sacrifícios que iriam marcar esta fase. Mas será que tem que ser assim tão difícil?

A verdade é que estudar para concurso não precisa ser este calvário não. E, mais uma vez, quem pode transformar esta experiência é você. Como em quase tudo na sua vida, quem está no controle é você. Agora eu só vou lhe apontar uns caminhos de como você pode conseguir isso.

1) O que eu gosto x o que eu não gosto: o que a gente mais ouve e diz quando está estudando para concurso é “eu não gosto de estudar”, “eu tenho que abrir mão de me divertir pra ficar estudando”, “eu abdiquei da minha vida pra estudar”. Depois de pensar tudo isso, é espantoso que a pessoa sente na frente do computador e não comece a chorar de pena de si. Fato é que gostos são frutos de hábito, treinamento e autossugestão. Estudar pode ser muito interessante e prazeroso, assim como ir a uma festa pode ser penoso (quem nunca foi num evento social obrigado, para agradar os pais, a esposa, os amigos?). Então, a primeira coisa a fazer é MUDE ESSA ENERGIA. Estudar não é, de forma alguma, a coisa mais chata que se tem para fazer. Pense em estudar como adquirir conhecimento, aprimorar o seu desenvolvimento, transformar a sua mente em uma máquina melhor equipada. Bah, mas quem quer aprender economia? Contabilidade? Ora, você! Você quer, esses assuntos vão fazer parte do seu dia a dia, você vai transformar esses conhecimentos em seus aliados. Então, quando trocar aquele almoço de domingo, aquele cinema e jantarzinho por uma aula de administração pública, bloqueie imediatamente aquela ladainha mental de “como a minha vida é sofrida”. A sua vida é a sua vida e podia ser bem pior. Faça uma piada desse momento, mande um WhatsApp para o seu pai se vangloriando da sua força de vontade, congratule-se por ter escolhas, e ter feito a escolha certa. Acima de tudo mantenha o bom humor. Trate os outros e a si mesmo com gentileza e alegria.

2) Não isole a sua vida de estudante: você está sofrendo por ter que se afastar do convívio social, e as pessoas que lhe amam também. Mas convívio social não precisa ser só aquele almoço, aniversário, viagem. Aproxime as pessoas que você ama da sua realidade atual. Seu filho está chateado porque você não vai mais para o parque jogar futebol com ele? Convide-o para ficar meia hora com você em sua mesa de estudo. Explique o que está fazendo, mostre seus livros, pergunte se ele quer lhe tomar algum ponto. Ele tem menos de 6 anos e não vai entender nada disso? Coloque-o no seu colo e peça para ele conferir um gabarito com você. Leve-o junto para comprar material, peça para ele colorir seus resumos. Seus pais reclamam sua ausência? Convide-os para almoçar e explique com muitos detalhes o que você está fazendo. Se eles tiverem conhecimento em qualquer era que você está estudando, discuta o assunto com eles. Se eles nunca estudaram muito, de uma aula de direito constitucional a eles. Explique como funciona a administração pública, fale porque você está estudando contabilidade. Caso estes assuntos não sejam do interesse dele, peça ajuda para resolver a sua rotina. Peça para sua mãe deixar uns lanches congelados para o seu estudo, peça para o seu pai levar o seu carro na oficina, ensine-os a acompanhar o mundo dos concursos e ficar de olho nas vagas de seu interesse. Não se isole. Não dá para participar da rotina dos outros, mas sempre dá para dividir a sua rotina com os que necessitam da sua presença.

3) Valorize os bons sentimentos: estudos comprovam (mentira, não li nenhum estudo falando sobre isso. Mas lhe garanto que funciona.) que um coração leve e uma mente em paz absorvem melhor o conhecimento. Então, mantenha a sua energia positiva. Vai estudar num domingo de chuva em que todos estão na sala vendo filme com pipoca? Compre o melhor café do mercado, estude comendo seu bolo favorito, se trate bem. Principalmente, aceite seu momento, não se lamente. Trate as pessoas ao seu redor com bom humor e gentileza. Trate a sim mesmo com bom humor e gentileza. Não confunda disciplina e determinação com rancor e grosseria. Dá para ser focado e dedicado sem se sentir carregando uma cruz. E não espere alguma coisa acontecer para deixar você alegre. A alegria vem com a prática. Esforce-se.

O seu período de estudo não é só uma ponte entre onde você está profissionalmente e onde você quer chegar. É a sua vida. Não espere ser aprovado para viver bons dias. Que você tenha HOJE, um ótimo dia. E bons estudos.

Katia Souza

Clique a seguir e siga-me no Instagram: