NOSSA EQUIPE

Alexandre Ferreira

o Auditor Fiscal Tributário do Município de Cuiabá/MT aprovado em 2º lugar
o Aprovado no concurso de Analista-Tributário da Receita Federal do Brasil (2009)
o Aprovado em 1º lugar no concurso da FINEP (2009), cargo de Analista
o Aprovado e classificado em concursos de nível superior da INFRAERO e ELETRONUCLEAR
o Bacharel em Administração pela Universidade Federal do Rio de Janeiro
o Ex-aluno da consultoria

Olá futuros aprovados!!!
Meu nome é Alexandre Moraes Ferreira, sou carioca, bacharel em Administração pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e ex-aluno da LS. Fui recentemente aprovado em 2º lugar no concurso para Auditor-Fiscal Tributário do Município de Cuiabá/MT.
Comecei a estudar para concurso público assim que me graduei na faculdade. Nesta época, ainda tinha a intenção de me manter na área de formação. Como todo iniciante, cometi erros básicos, achando que para passar em concurso público bastava repetir a “fórmula” que usávamos no ensino fundamental, médio e superior. Ledo engano. Porém, mesmo com um método de estudo muito ruim, consegui êxito em alguns concursos com remuneração razoável.
Ainda em 2009 comecei a conhecer melhor a tal área fiscal. Descobrir sobre a ótima remuneração e status me deu grande incentivo para estudar. Quando resolvi focar os estudos na área fiscal o concurso para Receita Federal estava para sair. Do início dos estudos ao dia da prova foram cerca de 3 meses. Mais uma vez apostei na estratégia de estudar muito (cerca de 9h líquidas), sem programação de revisões, resumos, enfim os mesmos erros outrora cometidos. Os editais para Auditor e Analista saíram na mesma época, então decidi focar no último cargo por acreditar não ter chance de aprovação para o primeiro. O resultado foi a aprovação para ATRFB e a falsa sensação de que poderia continuar estudando da mesma maneira para os próximos desafios.
A realidade veio à tona anos depois com reprovações nos concursos para AFRFB 2012 e 2014, sendo neste último eliminado por apenas 1 questão em Direito Constitucional, e ICMS/RJ 2014. Foi quando resolvi que precisava de uma mudança drástica na preparação ou continuaria batendo na trave.
Pesquisei muito à respeito da LS e resolvi “fazer um teste”. Comecei minhas orientações em junho de 2014.
Percebi que a cada semana me sentia mais confiante e os meus “resultados em casa” estavam refletindo este crescimento. Vi que a aprovação seria questão de tempo. Sob a orientação da consultoria realizei 3 concursos: ICMS/PE, ISS/Salvador e ISS/Cuiabá. No primeiro me classifiquei, mas com um aproveitamento lamentável. No segundo fiquei entre os excedentes. Senti que poderia ter acertado as questões que me tiraram das vagas. Já no terceiro, mais confiante, fiz uma ótima prova e fui o 2º lugar. Dos mais de 4 mil inscritos apenas 3, todos alunos da LS, conseguiram sobreviver ao desafio proposto pela FGV.
A dica que posso dar é: acreditem no potencial de vocês e no trabalho sério da LS. Assim como eu, existem centenas de outras provas do excelente trabalho da consultoria. O nosso diferencial foi continuarmos lutando, mesmo quando reprovados, quando pessoas diziam que estávamos perdendo tempo, quando o mundo conspirava contra. Eu poderia tentar explicar a felicidade e a sensação de dever cumprido quando somos aprovados, mas com certeza nem o mais sábio escritor seria capaz.
Com grande felicidade aceitei o convite de participar da consultoria que tanto me ajudou a chegar aonde cheguei. Será um prazer imenso poder ajudar vocês a encurtarem o caminho do sucesso, reduzindo as dificuldades da trilha que vocês estão traçando para suas vidas, e é exatamente por isso que me sinto honrado em participar da equipe de consultores da LS Concursos, pois será uma satisfação dividir minha experiência e ajudá-los nessa jornada.
Segue abaixo um pensamento que me motivou muito nos estudos:
“Ninguém vai bater mais forte do que a vida. Não importa como você vai bater e sim o quanto aguenta apanhar e continuar lutando; o quanto pode suportar e seguir em frente. É assim que se ganha.” (Rocky Balboa)

Forte abraço!!!
Alexandre Ferreira