Guilherme Felipe de Carvalho

Aluno aprovado em 1° lugar no ISS Porto Alegre

Fala, galera! Depois de tantas vezes passar na área de Depoimentos aqui do site da LS em busca de inspiração, é com orgulho enorme que venho contar a vocês um pouco da minha trajetória.

Meu nome é Guilherme Carvalho, sou casado, tenho 25 anos, formado em Engenharia Elétrica pela Universidade de Taubaté/SP (minha cidade natal), e fui aprovado em 1º lugar no concurso de Auditor Fiscal da Receita Municipal de Porto Alegre.

Para deixar a história completa, acho que vale a pena voltar um pouco no tempo. Em 2009, quando eu tinha 14 anos, comecei a trabalhar em uma indústria automotiva multinacional (onde trabalho desde então), como aprendiz de Eletricista. Estudava meio período, trabalhava meio período e fazia ensino médio à noite (desde sempre na correria… rs). Quando terminei o curso, fui efetivado e, naturalmente, segui a área da Engenharia. Mas a crise econômica pela qual o Brasil passou levou a empresa a fazer várias demissões, cortar benefícios, reduzir salários e, por consequência, me fez pensar em buscar outros caminhos para minha vida.

Comecei a estudar para concursos em 2017, logo que saí da faculdade, com apoio incondicional da minha namorada, Nataly, com quem me casei em 2019. Nesse momento, não tinha a menor ideia de como era esse mundo dos concursos. Pra falar a verdade, o único que eu sabia que existia era o da Receita Federal, e minha primeira providência foi comprar um apostilão de banca de jornal com todas as matérias para esse cargo. Depois de uns dois meses, concluí a primeira disciplina (Legislação Aduaneira), e eu tinha certeza que já seria capaz de ir bem nessa matéria. Peguei a prova da Receita Federal de 2014 e, de dez questões, errei nove e a que acertei foi no chute… rs. Logo percebi que não ia dar em nada.

Depois disso, comprei um pacote de materiais em PDF e videoaulas para Receita Federal. Em junho de 2017, saiu o edital do Tribunal de Contas de Pernambuco, e como eu sabia que a área fiscal estava bem parada, resolvi fazer a prova. Levei uma bomba do tamanho do mundo, e acabei ficando meio desanimado. Mas enquanto estava estudando as matérias para essa prova, saiu também o edital do ISS Criciúma, para o qual eu me inscrevi. Fiz até uma prova razoável, 87%, mas como ela foi relativamente fácil, fiquei em 273º. Depois dessa prova, encontrei alguns outros concurseiros no hotel, que tinham ido bem. De lá, fomos para os famosos “happy hour” pós-prova, e os dois que tinham ido melhores na prova me falaram que estudavam com a LS concursos. Saí de lá, e fui logo me informar melhor sobre como funcionava a empresa, afinal eu também queria ir tão bem quanto os dois. Estava decidido. Eu iria ser aluno da LS também!

A partir de janeiro de 2018, iniciei a orientação de estudos (conversando com meu professor orientador, decidi que estudaria para Fiscos Municipais e Estaduais) e logo fiquei empolgado. A organização das metas, com o planejamento elaborado por professores orientadores aprovados em concursos anteriores, e o acompanhamento personalizado me fizeram acreditar que, mesmo trabalhando e com tempo restrito, era possível conseguir a aprovação. 

Meu primeiro pós-edital começou em julho, para o ICMS GO. Com uma carga de estudos bem alta, acabei atrasando praticamente todas as metas, mesmo me dedicando ao máximo. Terminei fazendo 143 pontos, empatado com o primeiro do CR, mas fiquei fora pelo critério de desempate. Desse pós-edital, emendei no edital do ICMS SC. Estava bastante cansado depois de Goias, mas mesmo assim tentei, porque a possibilidade de morar em Santa Catarina me animava. Fiz pouco mais de 80%, mas novamente fiquei fora do CR.

Nesse momento, já estava com casamento marcado para maio de 2019, e o edital do ICMS RS aberto. Na época, minha noiva resolvia todas as coisas do casamento sozinha e combinei com ela que estudaria para essa prova e depois faria uma pausa. Fiz 260 horas líquidas em oito semanas, acreditando que poderia ser minha última prova, já que muitos que passaram no ICMS GO e ICMS SC tinham parado de estudar e havia 50 vagas. Depois que saiu o gabarito, joguei no Olho na Vaga e estava em 21º. Fiquei confiante, mas conforme outros alunos iam colocando, fui caindo e terminei em 48º (antes dos recursos). Depois dos recursos, fiquei em 108º. O desânimo bateu forte nesse momento, pensei em desistir, confesso que chorei muito. Depois de conversar bastante com minha noiva, que continuava acreditando, bem mais do que eu, de que seria capaz, resolvi parar para o casamento, como tínhamos conversado, mas depois voltaria.

Depois do casamento, voltei a estudar em ritmo pré-edital, mas por pouco tempo. Em três semanas, saiu o edital do ISS Campinas, cidade que fica a menos de 3 horas de Taubaté. Apesar de ter apenas duas vagas, fechei a cara e fui com tudo de novo. Fiz uma prova boa no geral, mas meu desempenho fraco em Legislação Tributária me deixou longe de brigar pelas primeiras colocações (fiquei em 31º).

Agora, acho que começa um momento decisivo na minha “carreira de concurseiro”. Na semana depois da prova de Campinas, saiu o edital do ICMS DF. Era, sem dúvida, a prova do sonhos de todo mundo da área fiscal. Mas como era uma prova “fora da casinha” das provas típicas para fiscal (questões Certo/Errado, duas fases, aproximadamente sete meses entre edital e a segunda fase), resolvi não fazer, já tendo em vista a possibilidade de sair o edital do ISS Porto Alegre, com menos pessoas concorrendo em função da prova do DF. Três semanas depois, saiu o edital de POA, com duas vagas de novo, o que a princípio me frustrou. Mesmo assim, resolvi enfrentá-la também.

Nesse momento, pedi para mudar de professor orientador, porque passei a acreditar que estava perto e o que eu precisava era do “ajuste fino”. A coordenação da LS me indicou o Geverson Martins, e logo na nossa primeira conversa, percebi que era um cara diferenciado. Falei pra ele da dificuldade que vinha tendo em Legislação e ele já me deu algumas dicas que me ajudaram bastante. Na véspera da prova, ele me mandou uma mensagem no Whatsapp me mostrando minhas estatísticas desse pós-edital, dizendo para eu ir pra prova tranquilo e confiante, que estava preparado.

Saí da prova com a sensação de que havia sido uma prova bem difícil, mas que todo mundo acharia o mesmo, e confiante que ao menos poderia brigar pelas vagas. Quando saiu o gabarito, joguei no ONV e estava em 1º com 10 pontos na frente do 2º colocado. Meu coração disparou, não acreditava que aquilo era verdade. Minha esposa e eu ficamos tensos todos os dias, aguardando pela confirmação que não tinha nem prazo no edital. Então, no dia 15/01/2020, o resultado se confirmou, ganhei mais nove pontos e fechei em 1º lugar com 88,9%. Mal podia acreditar que aquela vontade inicial de melhorar profissionalmente e que foi crescendo e se tornou um sonho de me tornar Auditor Fiscal finalmente se concretizava. Depois disso, foi só festa com minha esposa, meus pais (que também muitas vezes me falaram para eu persistir, se era isso mesmo que eu queria) e meu irmão.

Basicamente, gostaria de deixar algumas mensagens finais: Primeiro, não importa a sua condição atual, o tempo que você tem disponível, se você trabalha ou não. Passar em concurso é algo possível. A dedicação terá que ser monstro (só no período da LS, fiz mais de 2000 horas líquidas e 28 mil questões), mas é possível! Segundo, tenha fé em Deus! Muitas vezes na caminhada, minha esposa me falava que, se ainda não tinha conseguido, é porque não era o lugar e o momento que Deus havia preparado pra gente. Mas que, se fizéssemos a nossa parte, Deus também faria a parte Dele para nos ajudar a alcançar nosso objetivo. Dito e feito! E por último, seja paciente e resiliente. Considerando apenas concursos grandes, tive 6 reprovações (TCE-PE, ISS Criciúma, ICMS-GO, ICMS-SC, ICMS-RS e ISS Campinas), sem contar outros pequenos que fiz no começo de minha jornada, até chegar a aprovação. Tenha em mente que o tempo vai passar de qualquer forma, então, não desista de um sonho por causa do tempo que você vai levar para realizá-lo!

Meus amigos, espero que esse depoimento ajude vocês, assim como tantos outros me ajudaram, a continuar em busca do sonho da aprovação! Tenham certeza que, no final, vale a pena! Grande abraço e fiquem com Deus! 

Projeto LS cuida de você

Sabemos que para obter uma boa preparação não adianta possuir apenas a parte técnica e a dedicação. Precisamos ter um cuidado especial com a nossa mente e com o nosso corpo. Combinar boas horas de sono, uma alimentação saudável e a prática de atividades físicas será o seu diferencial.

Pensando nisso, a LS criou o mais novo programa que irá aumentar a sua performance em todas as áreas da sua vida!

Apresentamos o projeto “LS CUIDA DE VOCÊ”.

A iniciativa tem como objetivo apoiar os alunos nas principais áreas da sua vida para que possam obter uma alta performance durante a sua preparação para o concurso público almejado.

A nossa missão não é somente aprovar o concurseiro, mas também cuidar dele até a hora da prova.

Nossa equipe é formada por especialistas (Psicóloga, Educador Físico e Nutricionista) que acompanharão semanalmente, de forma gratuita, todos os alunos da LS.

Clique aqui para mais informações.