Central de Notícias

NOTÍCIAS

Bacen: Sem novo concurso, órgão opta por readmitir servidores aposentados

22/01/2020

Atenção concurseiros! Com mais de 2.700 cargos vagos e sem autorização do Ministério da Economia para realizar um novo concurso público, o Banco Central optou por readmitir servidores que já estão aposentados. A decisão do órgão foi divulgada em Diário Oficial da União nesta terça-feira, dia 21.

De acordo com o texto, 17 vagas poderão ser preenchidas mediante reversão de aposentadorias de servidores do Bacen. Desse total, dez serão para cargo de analista (que exige ensino superior), suas para procurador (ensino superior em Direito) e cinco para técnico (ensino médio).

O quantitativo deve ser preenchido ainda no exercício de 2020, por interesse da administração. As vacâncias deverão ser providas por servidores que, na data de apresentação do pedido, estejam aposentados já pelo menos um ano e, no máximo, cinco anos.

A portaria ainda determina que apenas serão avaliados os pedidos de reversão apresentados até o dia 30 de novembro. Porém, segundo informações, para reduzir o déficit de servidores o Banca Central também busca a autorização do Ministério da Economia para o provimento de novas vagas.

A solicitação para um novo concurso para o órgão não é novidade. Em 2019 o Bacen solicitou 260 vagas, sendo 30 oportunidades para técnico, 200 para analista e 30 para procurador. 

Autonomia do Bacen

Estão em tramitação no Congresso Nacional dois projetos de lei sobre a autonomia do Banco Central. Caso aprovadas, as medidas podem ser favoráveis ao novo concurso do órgão. Isso porque a instituição teria maior liberdade para definir sua atuação e mobilizar suas verbas para cobrir suas despesas.

Outra diferença que essa autonomia traria é que o Banco Central não teria mais que solicitar autorização do Ministério da Economia para abrir novos concursos. O provimento de novos cargos e quadro de pessoal seriam gerenciados pela própria direção do Banco. 

Compartilhe: