Central de Notícias

NOTÍCIAS

Concurso AGEPEN GO: Fase de investigação está suspensa

26/03/2020

Atenção concurseiros! A fase de investigação social do concurso da Superintendência Executiva de Administração Penitenciária de Goiás (AGEPEN GO) está suspensa. A decisão se deu devido à publicação do Decreto de n.º 9.633, de 13 de março de 2020, que visa o combate da pandemia do novo coronavírus.

De acordo com o edital de suspensão, as novas datas serão publicadas posteriormente nos sites da banca organizadora da seleção, o Instituto de Desenvolvimento Americano – IADES e da Escola do Governo de Goiás.

As primeiras etapas do certame, as provas objetivas e discursivas, foram aplicadas em novembro de 2019. Em janeiro deste ano, foi publicado o resultado final da fase das avaliações, além da convocação para avaliação física, avaliação médica, avaliação psicológica e avaliação da equipe multiprofissional. 

As etapas foram concluídas entre os dias 1 de fevereiro de 2020 até o dia 10 de fevereiro de 2020. O próximo passo do concurso era a fase de investigação social, a qual foi temporariamente suspensa em razão do coronavírus. Concurseiro, fique atento para o novo cronograma da seleção.

Concurso da AGEPEN GO

Com provas objetivas e discursivas realizadas em 2019, o certame terá o provimento de 500 vagas de início imediato que serão lotadas nas cidades de:

  • Goiânia;
  • Aparecida de Goiânia;
  • Goianésia;
  • Caldas Novas;
  • Rio Verde;
  • Itaberaí;
  • Formosa;
  • Palmeiras;
  • Luziânia.

As 500 vagas do certame serão divididas em:

  • Ampla concorrência:
    • Candidatos masculinos – 425 vagas;
    • Candidatas femininas – 42 vagas;
  • Pessoas com deficiência:
    • Candidatos masculinos – 25 vagas;
    • Candidatas femininas – 8 vagas.

Para concorrer a uma das vagas é necessário formação superior em qualquer área de conhecimento. Com remuneração de R$ 4,8 mil, são atividades da carreira:

  • Receber e orientar presos quanto às normas disciplinares, divulgando os direitos, deveres e obrigações;
  • Realizar a revista pessoal dos presos e instalações;
  • Prestar assistência aos presos e internados, encaminhando-os para atendimento nos diversos setores, sempre que se fizer necessário;
  • Verificar as condições de segurança comportamental e estrutural, comunicando as alterações à chefia imediata;
  • Acompanhar e fiscalizar a movimentação de presos ou internos no interior das unidades e adjacências.
Faça sua preparação para concursos públicos com nós! Agende uma conversa gratuita com um professor orientador da LS. 

Compartilhe: