Central de Notícias

NOTÍCIAS

Concurso DPE PR: Regulamento é divulgado

17/06/2020

Ótimas notícias, concurseiros! Foi divulgado, nesta quarta-feira, dia 17 de junho, o regulamento do concurso da Defensoria Pública do Estado do Paraná. O documento reúne as primeiras informações sobre o certame do órgão.

De acordo com a publicação, a seleção terá o provimento de vagas para:

  • Formação técnica
    • Técnico de Recursos Humanos
  • Formação técnica ou formação superior
    • Técnico de Informática;
    • Técnico Administrativo.
  • Formação superior
    • Direito; 
    • Informática; 
    • Contabilidade; 
    • Economia; 
    • Administração; 
    • Estatística; 
    • Secretariado Executivo; 
    • Psicologia; 
    • Serviço Social; 
    • Engenharia.
Fases do concurso

Ainda de acordo com o regulamento, o certame da DPE PR será composto por:

  • Primeira fase: questões objetivas e de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Segunda fase: redação, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Terceira fase: análise de títulos.

A primeira e a segunda fase poderão, a critério da Comissão Organizadora, ser realizadas no mesmo dia. Para os cargos técnicos, a primeira fase será a única.

A prova objetiva do concurso, de caráter classificatório e eliminatório, será aplicada a todos os candidatos, e compreenderá a formulação de, no mínimo, 50 questões de múltipla escolha.

Serão assuntos cobrados na primeira etapa:

  • Para os cargos de nível técnico
    • Serão exigidos conhecimentos específicos da área escolhida quando for o caso;
    • Língua Portuguesa;
    • Raciocínio lógico;
    • Noções sobre a Lei Orgânica Estadual da Defensoria Pública;
    • Noções sobre o Estatuto dos Servidores Públicos Civis do Estado do Paraná.
  • Para os cargos de nível superior
    • Serão exigidos conhecimentos específicos da área escolhida;
    • Língua Portuguesa;
    • Noções sobre a Lei Orgânica Estadual da Defensoria Pública, sobre o Estatuto dos Servidores Públicos Civis do Estado do Paraná, sobre Direito Constitucional e Direito Administrativo.

Serão considerados aprovados, na prova objetiva, os candidatos que obtiverem no mínimo 60% de acertos no total das questões.

O prazo de vigência do concurso, para efeito de nomeação, será de dois ano contado da publicação do ato homologatório do resultado final do concurso pelo Conselho Superior da Defensoria Pública do Estado.

Clique aqui para conferir o documento na íntegra.

Se interessou pelo certame? Inicie já a sua preparação! Agende uma conversa gratuita com um professor orientador da LS. 

Compartilhe: