Central de Notícias

NOTÍCIAS

Concurso PC RJ: Governo vai redefinir planejamento de editais

22/07/2020

Atenção, concurseiros! De acordo com informações da Secretaria de Casa Civil e Governança, o concurso da Polícia Civil do Rio de Janeiro terá seu planejamento redefinido em razão do Decreto 47.117/2020, que bloqueou mais de 9 mil cargos vagos do Estado. A informação foi repassada ao site Folha Dirigida.

Essa é a segunda vez que a Casa Civil divulga oficialmente informações sobre os próximos passos do certame da PC RJ. Vale lembrar que o órgão já informou que o número de vagas do concurso da corporação poderá ser reduzido em razão do Decreto.

Inicialmente, de acordo com a autorização concedida pelo governador Wilson Witzel, em 2019, a seleção da PC RJ teria o provimento de 864 vagas para cargos de todos os níveis de escolaridade. Porém, com o bloqueio, a corporação terá que rever o número de vacâncias que poderão ser preenchidas, havendo a possibilidade de o governo publicar uma outra autorização com o novo número de oportunidades.

A explicação do Decreto está no Regime de Recuperação Fiscal (RRF) que vive o estado. Para se manter nele, uma das compensações financeiras apresentadas pelo Governo do Rio de Janeiro foi o bloqueio de milhares de cargos vagos.

O concurso

As organizadoras do concurso da Polícia Civil do Rio de Janeiro já estão definidas. Em fevereiro, o Instituto Acesso foi escolhido como a banca que ficará responsável pela organização da seleção com 47 vagas para a carreira de delegado.

No mesmo mês, o Instituto AOCP foi escolhido com banca para as seleções das carreiras de auxiliar de necropsia, técnico de necropsia, investigador, inspetor, perito legista e perito criminal.

Cargos e vagas

A seleção da Polícia Civil do Rio de Janeiro poderá o provimento de vagas para as carreiras de:

  • Delegado de Polícia (47 vagas);
  • Perito Legista (54 vagas);
  • Perito Criminal (20 vagas);
  • Técnico de Necropsia (16 vagas);
  • Auxiliar de Necropsia (12 vagas);
  • Inspetor de Polícia (597 vagas);
  • Investigador de Polícia (118 vagas).

Vale lembrar que com o Decreto 47.117/2020, que bloqueou mais de 9 mil cargos vagos do Estado, o número de vagas da seleção poderá ser menor.

Editais serão divulgados quando houver previsões para provas

Segundo o ex-chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro, delegado Fernando Veloso, os editais do concurso da corporação apenas serão divulgados quando houver previsões firmes para aplicação das provas. A definição das datas, possivelmente, deverá ocorrer a partir dos efeitos positivos do relaxamento das medidas de isolamento social pelo Coronavírus.

De acordo com Veloso, o edital deve trazer uma previsão das provas, uma vez que, diante do atual contexto, ainda não há como definir uma data que traga segurança aos candidatos e que permita mobilidade entre as cidades de aplicação das avaliações.

Escolaridades

As escolaridades de cada cargo foram informadas. São elas:

  • Auxiliar de Necropsia (Remuneração R$ 4,5 mil)
    • Nível fundamental completo; 
  • Técnico de Necropsia (Remuneração R$ 5,2 mil)
    • Nível médio completo; 
  • Perito Legista (Remuneração R$ 8,4 mil)
    • Nível superior nas áreas de Medicina, Odontologia, Farmácia ou Bioquímica; 
  • Perito Criminal
    • Nível superior nas áreas de engenharia, Informática, Farmácia, Veterinária, Biologia, Física, Química ou Ciências Contábeis.
  • Inspetor (Remuneração R$ 6,2 mil)
    • Nível superior em qualquer área; 
  • Delegado (Remuneração R$ 18,7 mil)
    • Nível superior em Direito. 
  • Investigador (Remuneração de R$ 5,7 mil)
    • Nível médio.
Sobre os cargos
Auxiliar de Necropsia

Responsável por atribuições como remoção, lavagem e asseio de cadáveres. Além da limpeza e conservação do necrotério e exercer outras atividades que forem definidas por lei ou outro ato normativo.

Inspetor Policial

Carreira responsável por exercer atividades, envolvendo supervisão, coordenação, orientação e controle chefias de Policiais Civis, além de prestar assistência às autoridades superiores em assuntos técnicos especializados e fiscalização de trabalhos de segurança, investigações e operações policiais.

Técnico de Necropsia

Realiza atividades como a necropsia e dissecação de cadáveres, sob a supervisão de Peritos. Além de prezar pela conservação do material técnico em qualquer órgão da Polícia Civil.

Perito Legista

Exerce atividades envolvendo supervisão, planejamento, coordenação, controle, orientação e execução de perícias médico-legais, no vivo e no morto e exames decorrentes, bem como estabelecimento de novos métodos, técnicas e procedimentos de trabalho, em qualquer órgão da Polícia Civil, compatível com as suas atribuições.

Delegado

O cargo exige formação superior no curso de Direito. São funções da carreira concorrer para a manutenção da ordem pública; defender as instituições públicas; promover a prevenção, a apuração e a repressão das infrações penais; assegurar o exercício pleno da cidadania e das liberdades individuais; zelar pela segurança do Estado e de sua população.

De acordo com informações, o edital para o cargo de Delegado será o primeiro a ser divulgado. 

Troca se secretário não afeta concurso

Segundo o ex-chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro, o pedido de exoneração de Marcus Vinicius Braga não afetará o andamento do certame da corporação. O delegado Flávio Brito foi nomeado como o novo secretário da PC RJ.

Para Veloso, a necessidade de um novo concurso para a corporação é latente. Segundo informações, o déficit do efetivo é superior a 10 mil policiais. Ainda na perspectiva do delegado, não há impeditivos internos para abertura do processo seletivo.

Inicie já a sua preparação para o concurso PC-RJ! Agende uma conversa gratuita com um professor orientador da LS. 

Compartilhe: