Central de Notícias

NOTÍCIAS

PC RJ: Em meio ao bloqueio de cargos, deputados cobram concurso

09/07/2020

Atenção, concurseiros! Em entrevista ao site Folha Dirigida, os deputados Rodrigo Amorim (PSL) e Waldeck Carneiro (PT) informaram que, mesmo com o bloqueio dos cargos realizado no Rio de Janeiro, o concurso da Polícia Civil do estado deve ser aberto uma vez que a carência de profissionais é grande.

Mesmo com 864 vagas autorizadas, o edital da corporação poderá sofrer alterações no número de oportunidades, sendo que as carreiras disponíveis para preenchimento foram bloqueadas pelo documento divulgado pelo governador Wilson Witzel.

No bloqueio, constam as carreiras autorizadas para o novo concurso PC RJ: auxiliar de necropsia (nível fundamental); técnico de necropsia (nível médio); investigador (nível médio); perito legista; perito criminal (nível superior em áreas específicas); delegado (superior em Direito); e inspetor (superior em qualquer área).

Segundo o deputado Rodrigo Amorim, o Estado deve estabelecer uma exceção para áreas de emergências como saúde e segurança. Para ele, a realização desses certames é necessária para manter os serviços públicos.

Ainda de acordo com Amorim, a não realização de um certame para a PC RJ poderá acarretar na paralisação de setores produtivos, o que geraria perda de arrecadação pelo Estado.

O deputado Waldeck Carneiro destacou a carência de pessoal no Estado do Rio de Janeiro como um dilema sem respostas. Segundo o site Folha Dirigida, para o deputado, o Conselho de Supervisão do Regime de Recuperação Fiscal só reconhece compensações fiscais e financeiras na forma de cortes de despesas de pessoal e vendas de ativos.

O concurso PC RJ

As organizadoras do concurso da Polícia Civil do Rio de Janeiro já estão definidas. Em fevereiro, o Instituto Acesso foi escolhido como a banca que ficará responsável pela organização da seleção com 47 vagas para a carreira de delegado.

No mesmo mês, o Instituto AOCP foi escolhido com banca para as seleções das carreiras de auxiliar de necropsia, técnico de necropsia, investigador, inspetor, perito legista e perito criminal.

Cargos e vagas

A seleção da Polícia Civil do Rio de Janeiro terá o provimento de vagas para as carreiras de:

  • Delegado de Polícia (47 vagas);
  • Perito Legista (54 vagas);
  • Perito Criminal (20 vagas);
  • Técnico de Necropsia (16 vagas);
  • Auxiliar de Necropsia (12 vagas);
  • Inspetor de Polícia (597 vagas);
  • Investigador de Polícia (118 vagas).
Editais serão divulgados quando houver previsões para provas

Segundo o ex-chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro, delegado Fernando Veloso, os editais do concurso da corporação apenas serão divulgados quando houver previsões firmes para aplicação das provas. A definição das datas, possivelmente, deverá ocorrer a partir dos efeitos positivos do relaxamento das medidas de isolamento social pelo Coronavírus.

De acordo com Veloso, o edital deve trazer uma previsão das provas, uma vez que, diante do atual contexto, ainda não há como definir uma data que traga segurança aos candidatos e que permita mobilidade entre as cidades de aplicação das avaliações.

Escolaridades

As escolaridades de cada cargo foram informadas. São elas:

  • Auxiliar de Necropsia (Remuneração R$ 4,5 mil)
    • Nível fundamental completo; 
  • Técnico de Necropsia (Remuneração R$ 5,2 mil)
    • Nível médio completo; 
  • Perito Legista (Remuneração R$ 8,4 mil)
    • Nível superior nas áreas de Medicina, Odontologia, Farmácia ou Bioquímica; 
  • Perito Criminal
    • Nível superior nas áreas de engenharia, Informática, Farmácia, Veterinária, Biologia, Física, Química ou Ciências Contábeis.
  • Inspetor (Remuneração R$ 6,2 mil)
    • Nível superior em qualquer área; 
  • Delegado (Remuneração R$ 18,7 mil)
    • Nível superior em Direito. 
  • Investigador (Remuneração de R$ 5,7 mil)
    • Nível médio.
Sobre os cargos
Auxiliar de Necropsia

Responsável por atribuições como remoção, lavagem e asseio de cadáveres. Além da limpeza e conservação do necrotério e exercer outras atividades que forem definidas por lei ou outro ato normativo.

Inspetor Policial

Carreira responsável por exercer atividades, envolvendo supervisão, coordenação, orientação e controle chefias de Policiais Civis, além de prestar assistência às autoridades superiores em assuntos técnicos especializados e fiscalização de trabalhos de segurança, investigações e operações policiais.

Técnico de Necropsia

Realiza atividades como a necropsia e dissecação de cadáveres, sob a supervisão de Peritos. Além de prezar pela conservação do material técnico em qualquer órgão da Polícia Civil.

Perito Legista

Exerce atividades envolvendo supervisão, planejamento, coordenação, controle, orientação e execução de perícias médico-legais, no vivo e no morto e exames decorrentes, bem como estabelecimento de novos métodos, técnicas e procedimentos de trabalho, em qualquer órgão da Polícia Civil, compatível com as suas atribuições.

Delegado

O cargo exige formação superior no curso de Direito. São funções da carreira concorrer para a manutenção da ordem pública; defender as instituições públicas; promover a prevenção, a apuração e a repressão das infrações penais; assegurar o exercício pleno da cidadania e das liberdades individuais; zelar pela segurança do Estado e de sua população.

De acordo com informações, o edital para o cargo de Delegado será o primeiro a ser divulgado. 

Troca se secretário não afeta concurso

Segundo o ex-chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro, o pedido de exoneração de Marcus Vinicius Braga não afetará o andamento do certame da corporação. O delegado Flávio Brito foi nomeado como o novo secretário da PC RJ.

Para Veloso, a necessidade de um novo concurso para a corporação é latente. Segundo informações, o déficit do efetivo é superior a 10 mil policiais. Ainda na perspectiva do delegado, não há impeditivos internos para abertura do processo seletivo.

Inicie já a sua preparação para o concurso PC-RJ! Agende uma conversa gratuita com um professor orientador da LS. 

Compartilhe: