Central de Notícias

NOTÍCIAS

PF: Segundo presidente da Fenapef, expectativa é que banca seja escolhida até final de outubro

17/09/2020

Boas notícias, concurseiros! Em entrevista ao site Folha Dirigida, o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Luís Boudens, informou que há uma grande expectativa de que a banca organizadora do concurso da Polícia Federal seja escolhida no mês de outubro e que o edital da corporação seja divulgado ainda em 2020.

O presidente da Fenapef comentou ainda sobre o cronograma da PF vazado neste ano. Segundo o documento, a previsão era que a assinatura do contrato com a banca acontecesse em novembro de 2020. Boudens informou que são grandes as chances do cumprimento dessas datas.

Além disso, o presidente confirmou que as provas do concurso PF devem ocorrer em abril de 2021. “A não ser, claro, aconteça alguma situação adversa. Mas a princípio é o que o calendário traz”.

Para Boudens, o anúncio do presidente Jair Bolsonaro sobre a autorização da seleção da Polícia Federal foi de extrema importância, uma vez que já adianta diversas etapas do certame. Além disso, ele confirmou que o anúncio das 2 mil vagas vai de acordo com o que já esperavam.

Concurso para Agente Administrativo

Segundo o presidente da Federação, “se depender de nós, vamos anunciar um grande certame para o quadro administrativo”. De acordo com ele, é necessária a reposição dos cargos administrativos, tanto de nível médio quanto superior.

Boudens informou ainda que os candidatos que desejam uma vaga para Agente Administrativo da PF podem ter as expectativas altas em relação ao concurso para a carreira.

“O concurso para carreira administrativa é mais rápido e propicia realizar uma seleção ainda este ano”, declarou. Porém, é preciso da Direção-Geral para incluir as vagas.

Concurso PF

Em vídeo divulgado no dia 20 de agosto, o presidente Jair Bolsonaro autorizou a realização do concurso da Polícia Federal. Segundo Bolsonaro, o certame terá o provimento de 2 mil vagas para a carreira de Policial Federal.

De acordo com o presidente, uma conversa com o diretor-geral da PF, Rolando Alexandre, e os ministros André Mendonça (Justiça e Segurança Pública) e Paulo Guedes (Economia) foi realizada para definir e autorizar o concurso.

Com a autorização, os próximos passos do certame são a formação da comissão organizadora, criação do projeto básico, contratação da banca e, por fim, publicação do edital.

Divisão de vagas do concurso

Segundo as informações, as oportunidades do concurso da PF serão divididas entre as carreiras de:

  • Delegado – 300 vagas;
  • Agente – 1.016 vagas;
  • Escrivão – 600 vagas;
  • Papiloscopista – 64 vagas.
Possível cronograma da PF

Um possível cronograma do concurso da Polícia Federal está circulando na internet. As datas a seguir ainda não foram confirmadas oficialmente! O cronograma só será oficial quando a corporação divulgá-lo.

De acordo com o documento, a publicação do edital da PF está prevista para ocorrer em dezembro de 2020. Já as provas objetivas e discursivas podem ser aplicadas no dia 11 de abril de 2021. O TAF da seleção está previsto para junho do mesmo ano.

A prova de digitação do concurso está prevista para agosto. A avaliação psicológica pode ocorrer em setembro de 2021. A etapa de heteroidentificação de candidatos negros está prevista para outubro. Já a avaliação de títulos pode acontecer na semana do dia 22 a 26 de novembro.

Ainda segundo o possível cronograma, o resultado da seleção pode ser divulgado dia 21 de dezembro de 2021. As turmas do curso de formação profissional, de acordo com o possível cronograma, devem ser formadas em janeiro e julho de 2022.

Reforçamos que esse é um possível cronograma e que as datas não foram confirmadas oficialmente pela Polícia Federal.

Concursos de dois em dois anos

Durante uma live promovida pela Associação Nacional dos Delegados da PF, o delegado-geral da Polícia Federal, Rolando Alexandre de Souza, informou que, se der tudo certo, o edital da corporação pode ser lançado ainda em 2020.

Além disso, Souza comentou que ao fim de 2022, é possível que a Polícia Federal possua disparadamente o maior efetivo da sua história. Isso porque a ideia é que haja uma periodicidade entre os certames do órgão. 

“Há uma ideia de conseguirmos pelo menos concursos a cada dois anos. Concursos menores, mas nos permitirá oxigenar continuamente a Polícia Federal”, informou o diretor da corporação.

O delegado-geral comentou ainda sobre os concursos de nível médio na PF. De acordo com Souza, há um pedido de 500 vagas que a corporação está tentando a liberação, “mas se conseguirmos pelo menos o projeto de lei com a realização de concursos a cada dois anos, isso com certeza nos ajudará bastante”, explicou.

Para mais informações sobre o último concurso PF, clique aqui.

Se interessou pelo certame? Inicie já a sua preparação! Agende uma conversa gratuita com um professor orientador da LS. 

Compartilhe: