Central de Notícias

NOTÍCIAS

PM e PC PA: governo divulgará os editais nesta sexta-feira, dia 13

12/11/2020

Ótimas notícias, concurseiros! De acordo com publicação nas redes sociais do governo do Pará, os editais dos concursos da Polícia Civil e Polícia Militar do estado serão divulgados nesta sexta-feira, dia 13 de novembro. 

Segundo a publicação oficial da Secretaria de Planejamento do Pará, “a realização do concurso é mais uma etapa do plano de fortalecimento da área de Segurança Pública”.

Vale lembrar que as seleções PC PA e PM PA vão oferecer, ao todo, mais 4 mil vagas, que abrangem nível médio e superior. “Esse é mais um passo do compromisso que firmamos com a população em busca de mais melhorias na segurança pública”, afirmou a titular da Seplad. 

Possíveis datas

Ainda nesta quinta-feira, dia 12, foram divulgadas as possíveis datas dos concursos PM e PC PA. Segundo as informações:

  • Polícia Militar:
    • Oficial
      • Inscrições: 06/12/2020 a 10/01/2021;
      • Prova objetiva e discursiva: 28/02/2021.
    • Praças
      • Inscrições: 06/12/2020 a 10/01/2021;
      • Prova objetiva sexo feminino: 07/03/2021;
      • Prova objetiva sexo masculino: 14/03/2021.
  • Polícia Civil:
    • Delegado
      • Inscrições: 07/12/2020 a 04/02/2021;
      • Prova objetiva e peça processual : 21/03/2021.
    • Escrivão, investigador e papiloscopista
      • Inscrições: 07/12/2020 a 04/02/2021;
      • Prova objetiva e discursiva: 28/03/2021.

As provas serão realizadas em Belém, Altamira, Itaituba, Marabá, Redenção e Santarém.

Taxas de inscrições

Além da assinatura dos contratos, foram divulgados os valores das taxas de inscrições dos concursos PC e PM PA. Segundo publicação no Diário Oficial do Estado do Pará, os candidatos do certame policial terão que pagar:

  • PM PA
    • Cargo de Praças combatentes: R$ 88;
    • Carreira de Oficiais combatentes: R$ 76.
  • PC PA
    • Cargos de Investigador, Escrivão e Papiloscopista: R$ 70;
    • Carreira de Delegado: R$ 140.
Concurso PC PA

A Secretaria de Estado de Planejamento e Administração tornou pública a contratação do Instituto AOCP como organizadora da seleção da corporação. Com isso, o próximo passo do certame da PC PA é a divulgação do edital.

Confirmado desde 2019, a expectativa é que a seleção da Polícia Civil do Pará tenha o provimento de 1.495 vagas para os cargos de:

  • Delegado – 265 vagas;
  • Escrivão – 252 vagas;
  • Investigador – 818 vagas;
  • Papiloscopista – 160 vagas.
Locais de aplicação da prova já foram divulgados

A Seplad divulgou os locais que as provas do concurso da Polícia Civil do Pará serão aplicadas. A informação foi confirmada pela coordenadora de seleção de pessoas, Anna Laura Araújo.

De acordo com as informações, as avaliações serão aplicadas em:

  • Belém;
  • Marabá;
  • Altamira;
  • Santarém;
  • Itaituba;
  • Redenção.

Vale lembrar que, de acordo com o projeto básico do certame, a primeira etapa será composta pelas provas escritas, sendo elas objetivas e discursivas. As disciplinas do conteúdo programático ainda não foram oficialmente divulgadas.

Comissão esclarece dúvidas sobre o certame

A Comissão de Licitação do concurso da Polícia Civil do Pará divulgou alguns esclarecimento sobre o certame da corporação. A publicação é uma resposta à solicitação do Instituto AOCP em relação a certas dúvidas sobre a seleção.

Segundo o documento, a prova discursiva será aplicada para todos os cargos do concurso. Para a carreira de delegado, a avaliação será composta por uma peça, já para os demais cargos a avaliação discursiva terá questões específicas.

Ainda de acordo com o documento, a linha de corte para a correção da prova discursiva será de três vezes o número de vagas ofertadas. 

A ordem de aplicação das subfases do concurso será:

  • Prova objetiva e discursiva;
  • Capacitação física;
  • Exame médico;
  • Exame psicológico;
  • Investigação criminal e social.

O documento da comissão confirma a realização de entrevista na fase de avaliação psicológica e que não haverá linha de corte para aplicação das subfases. Segundo o grupo, as publicações oficiais ficam a cargo da contratante. 

Ainda de acordo com a comissão, a taxa de inscrição de R$ 182,95 para Delegado e R$ 148,68 para Investigador de Polícia, Escrivão de Polícia e Papiloscopista.

Delegado tira dúvidas em live

Durante uma live no Instagram, o Diretor de Polícia Especializada, delegado Temmer Khayat, respondeu algumas dúvidas dos concurseiros em relação ao certame da Polícia Civil do Pará.

Khayat informou aos concurseiros interessados no cargo de Delegado que muitos serão lotados em delegacias do interior do estado. Ainda sobre a carreira, o delegado relembrou que o concurso da PC PA não aplica mais a prova oral e que ela foi substituída pela peça processual. 

“Normalmente é uma peça como: uma representação por prisão preventiva; por prisão temporária; quebra de dados e sigilo telefônica. É uma peça prática”, explicou Khayat. O delegado complementou ainda que as seleções da PC PA não tem havido prova de títulos.

Outro ponto abordado pelo delegado foi quanto às datas das provas do concurso da corporação. Sem especificar um dia, o delegado acredita na possibilidade de serem, pelo menos, em horário diferentes. Khayat informou que as datas dependem do edital e que no concurso de 2009, conseguiu realizar uma prova no período da manhã e outra de tarde.

Ainda durante a live, o delegado falou que acredita que o Teste de Aptidão Física (TAF) pode contar com uma prova de natação, como ocorreu no último edital. 

Concurso PM PA

Segundo as informações, as oportunidades do concurso PM PA serão divididas entre:

  • 2.310 vagas para soldado;
  • 95 para oficial combatente.

Vale lembrar que os requisitos para as carreiras já foram confirmadas também. Para concorrer ao cargo de Soldado é necessário possuir formação em nível médio, já para a carreira de Oficial Combatente o candidato deve ter formação em nível superior.

São outros requisitos para cada uma das carreiras:

  • Soldado (remuneração de R$ 3,4 mil)
    • Idade mínima de 18 anos na data de matrícula no curso e máxima de 30 anos no último dia de inscrição no concurso;
    • Altura mínima de 1,65 m, se do sexo masculino, e 1,60 m, se do sexo feminino.
  • Oficial Combatente (remuneração de R$ 6,2 mil)
    • Ter até 35 anos de idade até o último dia da inscrição no concurso;
    • Altura mínima de 1,65 m, se do sexo masculino, e 1,60 m, se do sexo feminino.
Mudanças na corporação

Foi aprovado, no último dia 26 de novembro, novas regras elaboradas pela Polícia Militar do Pará para o ingresso de Oficiais na corporação. O Projeto de Lei nº 334/2019 foi aprovado pelas Comissões de Fiscalização Financeira e Orçamentária (CFFO), de Constituição e Justiça (CCJ) e de Segurança Pública (CSP) do estado.

De acordo com as novas regras, a primeira mudança está relacionada à formação exigida para o cargo. Agora, os candidatos à Oficiais da PM PA deverão apresentar diploma em formação superior no curso de Direito. 

A mudança tem o objetivo de diminuir o tempo do Curso de Formação (CFO), uma vez que 50% do curso é para qualificar o futuro oficial na área de Direito, tempo que leva três anos. Com essa alteração, o CFO terá uma duração de 1 ano e meio, no máximo. 

A segunda alteração para ingressar na PM PA é em relação a idade mínima dos candidatos. Antes, era obrigatório ter, no mínimo, 35 anos, agora passa a ser 30 anos, com o objetivo de adequar-se à reforma da previdência. 

Possíveis mudanças na propostas do projeto serão debatidas ainda na votação em plenário.

Últimos editais
PC PA

Realizado em 2016, com organização da Funcab, o último concurso da Polícia Civil do Pará teve o provimento para os cargos de Investigador, Escrivão e Papiloscopista. De acordo com o edital da época, são requisitos de cada carreira:

  • Investigador: Graduação de nível superior completo, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação e possuir Carteira Nacional de Habilitação válida;
  • Escrivão: Graduação de nível superior completo, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação;
  • Papiloscopista: Graduação de nível superior completo, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação. 

Foram assuntos cobrados nas provas:

  • Nível Superior: Investigador de Polícia Civil e Escrivão de Polícia civil
    • Língua Portuguesa (10 questões);
    • Noções de Informática (5 questões);
    • Raciocínio Lógico (5 questões);
    • Noções de Direito Administrativo (10 questões);
    • Noções de Direito Constitucional (10 questões);
    • Noções de Direito Penal (10 questões);
    • Noções de Direito Processual Penal (10 questões);
    • Legislação Especial (10 questões);
    • Noções de Medicina Legal (10 questões).
  • Nível Superior: Papiloscopista
    • Língua Portuguesa (10 questões);
    • Noções de Informática (5 questões);
    • Raciocínio Lógico (5 questões);
    • Noções de Direito Administrativo (10 questões);
    • Noções de Direito Constitucional (10 questões);
    • Noções de Direito Penal (10 questões);
    • Noções de Identificação (10 questões);
    • Noções Básicas de Química (10 questões);
    • Noções de Medicina Legal (10 questões).

Para mais informações, acesse o edital de 2016 do concurso PC PA.  

PM PA

A Polícia Militar do estado do Pará não publica um edital desde 2016. Na época, foram ofertadas 2.194 vagas, sendo 160 oportunidades para o Curso de Formação de Oficiais (nível superior), 34 para o Curso de Formação de Oficiais na área de Saúde (ensino superior) e 2 mil vagas para o Curso de Formação de Praças (nível médio).

O processo seletivo foi dividido em Prova objetiva (Língua Portuguesa; Matemática; Atualidades, Noções de Direito; Legislação Institucional; História e; Geografia); Prova discursiva; Avaliação de saúde; Testes de aptidão física; Avaliação psicológica; Análise de títulos; e Investigação de antecedentes pessoais.

Inicie já a sua preparação para o concurso! Agende uma conversa gratuita com um de nossos professores orientadores.

Compartilhe: