Central de Notícias

NOTÍCIAS

PRF: Diretor reconhece déficit e quer mais contratações

21/08/2019

Atenção concurseiros! O diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Adriano Marcos Furtado, se reuniu mais uma vez com representantes sindicais e voltou a reconhecer a necessidade de repor o efetivo de servidores da PRF. De acordo com o Diretor-geral, a expectativa é contratar cerca de 8 mil novos policiais nos próximos anos.

As informações foram repassadas durante a Assembleia Geral Extraordinária (AGE), que reúne diversos representantes de Federações e, além do chefe da corporação, contou com a presença com o diretor executivo da PRF, José Lopes Hott Junior.

Outro número confirmado, desta vez pelo presidente da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF), Deolindo Carniel, é que até o fim do mandato do presidente Jair Bolsonaro, o objetivo é ter, no mínimo, 13 mil policiais, contando já com os 8 mil contratados.

Déficit de 8,3 mil policiais

Em julho deste ano, a notícia de que a Polícia Rodoviária Federal estava com um déficit de mais de 8 mil servidores já havia sido divulgada. Este foi um dos motivos para a necessidade da realização de mais um concurso para o órgão. 

No mesmo mês, em declaração, o diretor-geral da PRF informou que até 2022 tem a expectativa de preencher totalmente seu quadro de servidores legais da corporação. Clique aqui e leia mais sobre. 

Pedido de novo concurso

Também em março deste ano, a Polícia Rodoviária Federal enviou ao Ministério da Economia uma solicitação para realização de um novo concurso público. A PRF solicitou a liberação para preencher 4.435 vagas de ensino médio e ensino superior.

Segundo a Assessoria de Comunicação do órgão, 4.360 vagas são para a carreira de Policial Rodoviário Federal e as 75 oportunidades restantes são para o cargo de Agente Administrativo.

Ainda não há informações sobre a realização ou não deste certame.