Central de Notícias

NOTÍCIAS

Sefaz Bahia: Período de inscrições finaliza sexta-feira

02/04/2019

Atenção concurseiros! As inscrições para o concurso da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia finalizam nesta sexta-feira, dia 5 de abril, às 14h. Com organização da Fundação Carlos Chagas, o certame terá o provimento de 60 vagas para o cargo de Auditor Fiscal.

Custando R$ 170, as inscrições devem ser realizadas no site da Banca Organizadora do certame.

As vagas serão divididas entre as áreas

  • Auditor Fiscal – Administração, Finanças e Controle Interno: 16 vagas de ampla concorrência, 7 vagas para candidatos negros e 1 vaga para candidatos com deficiência;
  • Auditor Fiscal – Tecnologia da Informação: 11 vagas de ampla concorrência, 5 vagas para candidatos negros e 1 vaga para candidatos com deficiência;
  • Auditor Fiscal – Administração Tributária: 12 vagas de ampla concorrência, 6 vagas para candidatos negros e 1 vaga para candidatos com deficiência.

São requisitos para concorrer a uma das vagas do certame formação em Curso Superior nas áreas de:

  • Administração;
  • Ciências Econômicas;
  • Ciências Contábeis;
  • Direito;
  • Engenharia;
  • Informática;
  • Sistemas de Informação;
  • Ciência da Computação;
  • Processamento de Dados.

O período de inscrições para o concurso Sefaz-BA se inicia no dia 11 de março e finaliza às 14h do dia 5 de abril. Custando R$ 170, as inscrições devem ser realizadas no site da Banca Organizadora.

Processo Seletivo

O certame da Secretaria da Fazenda da Bahia será dividido em quatro etapas, sendo elas:

  • Prova I – Prova Objetiva
    • Conhecimentos Gerais
      • Língua Portuguesa (10 questões);
      • Direito Constitucional e Administrativo (15 questões);
      • Direito Tributário (15 questões);
      • Contabilidade Geral (10 questões);
      • Estatística (7 questões);
      • Noções de Igualdade Racial e de Gênero (3 questões).
  • Prova II – Prova Objetiva
    • Conhecimentos Específicos
    • Auditor Fiscal – Administração, Finanças e Controle Interno
      • Economia e Finanças Públicas (20 questões);
      • Auditoria (10 questões);
      • Matemática Financeira (5 questões);
      • Contabilidade Aplicada ao Setor Público (10 questões);
      • Noções de Informática (10 questões).
    • Auditor Fiscal – Tecnologia da Informação
      • Informática (35 questões);
      • Gestão Organizacional (15 questões);
      • Matemática e Raciocínio Lógico (5 questões).
    • Auditor Fiscal – Administração Tributária
      • Noções de Informática (10 questões);
      • Auditoria (5 questões);
      • Matemática e Raciocínio Lógico (10 questões);
      • Estatística Aplicada (5 questões);
      • Legislação Tributária (25 questões)
  • Prova III – Prova Discursiva
    • Conhecimentos Específicos
      • Todos os cargos: Constará de uma Questão Discursiva, versando sobre os conteúdos de Conhecimentos Específicos da área de atuação.
  • Prova IV – Prova de Títulos
    • Para os candidatos aprovados na Prova III – Prova Discursiva de Conhecimentos Específicos.

As três primeiras provas do certame serão aplicadas na data provável de 26 de maio, na cidade de Salvador (BA). A Prova I será realizada no período da manhã, já as Provas II e III serão aplicadas no período da tarde.

Auditor Fiscal

A remuneração do cargo é composta por uma parte fixa de R$ 1.970,72, além de uma parte variável correspondente à Gratificação de Atividade Fiscal no valor de R$ 1.970,72 a R$ 9.459,45, que pode ainda ser acrescida pelo pagamento do Prêmio por Desempenho Fazendário, cujo valor máximo é de R$ 4.389,18.

São atribuições do cargo de Auditor Fiscal:

  • Constituir privativamente:
    • Créditos tributários, salvo na fiscalização de mercadorias em trânsito e nos estabelecimentos de microempresas e de empresas de pequeno porte que sejam optantes pelo Simples Nacional;
    • Créditos relativos a compensações e participações financeiras decorrentes da exploração de recursos hídricos para fins de geração de energia elétrica e de recursos minerais, por meio da lavratura de autos de infração;
  • Planejar, coordenar e executar atividades de fiscalização de receitas estaduais em estabelecimentos e no trânsito de mercadorias;
  • Efetuar, privativamente, perícias, revisões fiscais e contábeis;
  • Julgar, privativamente, no âmbito administrativo como representantes da Fazenda Pública, processos de impugnação de lançamentos de créditos tributários;
  • Planejar, coordenar e executar atividades de elaboração e divulgação de atos normativos, de elaboração de pareceres sobre a interpretação e a aplicação da legislação tributária e de orientação aos contribuintes e aos servidores do Grupo Ocupacional Fisco.

Para mais informações, acesse o edital de 2019 do concurso Sefaz-BA.

Se interessou pelo concurso?? Marque uma entrevista gratuita com um de nossos consultores!