Central de Notícias

NOTÍCIAS

Senado: Comissão indica realização de concurso até junho de 2020

06/12/2019

Ótimas notícias concurseiros! Durante audiência pública, nesta quinta-feira, o presidente da Comissão Organizadora do concurso do Senado Federal, Roberci Ribeiro de Araújo, indicou que há possibilidades do concurso do órgão ser realizado ainda no primeiro semestre de 2020.

A informação foi dada durante um encontro com representantes das empresas que desejam organizar o concurso do Senado e debateu o projeto do edital.

Isso porque quando questionado se as etapas do certame seriam realizadas a partir de julho do próximo ano, o presidente da Comissão informou que neste período pretende encerrar o concurso. Mostrando que as provas podem ser realizadas também na primeira metade do ano.

Porém, ainda não há confirmações sobre a aplicação das provas até o mês de junho, uma vez que, ainda no encontro, a Comissão responsável pela seleção do Senado questionou os representantes presentes das Bancas sobre as possibilidades de aplicarem as avaliações nos feriados de 7 de setembro, 12 de outubro ou 2 de novembro.

As três datas serão em uma segunda-feira e, tradicionalmente, as provas de concursos públicos ocorrem aos domingos. Sendo assim, não há confirmações se a comissão pretende realizar as provas no primeiro semestre de 2020 ou nas vésperas de alguma destas datas. 

Escolha da Organizadora

A audiência pública também foi marcada para iniciar a escolha da Banca do concurso do Senado. Estiveram presentes representantes das empresas:

  • Fundação Getúlio Vargas;
  • Fundação Cesgranrio;
  • Instituto Acess;
  • Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC);
  • Cebraspe;
  • AOCP;
  • Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades);
  • Idecan;
  • IAP.

As instituições participaram e cada uma apresentou sugestões a respeito dos trâmites do concurso. Além disso, cada uma pode, por exemplo, relatar seu modelo de segurança na aplicação de provas.

Vale lembrar que a audiência pública é o primeiro passo na escolha da Banca Organizadora de um concurso. O objetivo do Senado foi realizar uma consulta de mercado e debater tópicos relevantes à seleção.

Sobre o concurso

A expectativa é que o edital do Senado Federal tenha o provimento de 40 vagas para cargos de Advogado, Analista e Técnico. De acordo com o documento divulgado, também em outubro, as oportunidades serão divididas da seguinte maneira:

  • Técnico Legislativo, Nível II, padrão 21, na especialidade Policial Legislativo, com requisito de escolaridade de nível médio: 24 vagas;
  • Advogado, Nível III, padrão 41, na especialidade Advocacia, com requisito de escolaridade de nível superior: 4 vagas;
  • Analista Legislativo, Nível III, padrão 36, na especialidade Administração, com requisito de escolaridade de nível superior: 2 vagas;
  • Analista Legislativo, Nível III, padrão 36, na especialidade Arquivologia, com requisito de escolaridade de nível superior: 1 vaga;
  • Analista Legislativo, Nível III, padrão 36, na especialidade Assistência Social, com requisito de escolaridade de nível superior: 1 vaga;
  • Analista Legislativo, Nível III, padrão 36, na especialidade Contabilidade, com requisito de escolaridade de nível superior: 1 vaga;
  • Analista Legislativo, Nível III, padrão 36, na especialidade Enfermagem, com requisito de escolaridade de nível superior: 1 vaga;
  • Analista Legislativo, Nível III, padrão 36, na especialidade Informática Legislativa, com requisito de escolaridade de nível superior: 1 vaga;
  • Analista Legislativo, Nível III, padrão 36, na especialidade Processo Legislativo, com requisito de escolaridade de nível superior: 2 vagas;
  • Analista Legislativo, Nível III, padrão 36, na especialidade Registro e Redação Parlamentar, com requisito de escolaridade de nível superior: 1 vaga;
  • Analista Legislativo, Nível III, padrão 36, na especialidade Engenharia do Trabalho, com requisito de escolaridade de nível superior: 1 vaga;
  • Analista Legislativo, Nível III, padrão 36, na especialidade Engenharia Eletrônica e Telecomunicações, com requisito de escolaridade de nível superior: 1 vaga.

Clique aqui para ver o documento com informações do concurso público do Senado Federal na íntegra.

Requisito e remunerações dos cargos

Para concorrer a uma das vagas é necessário que o candidato:

  • Advogado (inicial de R$ 32 mil)
    • Diploma de conclusão de nível superior em Direito, além de inscrição, como Advogado, na Ordem dos Advogados do Brasil.
  • Analista Legislativo (R$ 25,8 mil)
    • Formação em nível superior, com diploma especializado na área de atuação desejada.
  • Técnico Legislativo (R$ 19,4 mil)
    • Formação de nível médio ou curso técnico, de acordo com a área especializada.
Inicie já a sua preparação para o concurso! Agende uma entrevista gratuita com um de nosso consultores.

Compartilhe: