Central de Notícias

NOTÍCIAS

Sindicato dos Auditores de Tributos de Sergipe: “Sefaz-SE afronta carreira Fisco”

31/10/2018

A Secretaria da Fazenda do Estado de Sergipe está há mais de 30 anos sem realizar um concurso público para provimento de novos Auditores Técnicos de Tributo. Em entrevista realizada pelo Blog JL Política, o Sindicato dos Auditores de Tributos do Estado de Sergipe (Sindat) afirma que a falta de um novo certame não desacata apenas o cargo, mas também o equilíbrio fiscal do Estado e, como consequência, prejudica as finanças públicas de Sergipe.

Para as integrantes do Sindicato, Anadja Inadyá, Célia Lessa, Marilene Nunes e Josefa Calazans, o Governo de Sergipe negligencia a realização de um novo concurso para contratar novos Auditores Técnicos, mesmo que este já tenha sido solicitado pelo Secretário da Fazenda e autorizado pelo Conselho de Reestruturação e Ajuste Fiscal do Estado de Sergipe (Crafi/SE).

De acordo com o Sindat, a preocupação é que estejam elevando o número de Auditores da Sefaz com servidores que entraram por concurso público, porém sem a exigência de ensino superior completo.

Segundo Célia Lessa e Anadja Inadyá, duas integrantes do sindicato, a Secretaria da Fazenda do Estado de Sergipe necessita de 420 fiscais e, atualmente, possui 470 servidores no cargo, ou seja, um superávit de 50 pessoas.

Porém, a cota de auditores está defasada em 31 trabalhadores, ao todo são 60 vagas para o cargo, sendo que os 29 auditores da Sefaz Sergipe entraram em concurso público há 30 anos.

A realização de um novo concurso público para provimento de novos Auditores Técnicos de Tributo para a Sefaz-Sergipe ainda é apenas uma promessa. No momento, encontra-se no gabinete do governador para autorização, assinatura e publicação do edital.