NOSSA EQUIPE

Dário Costa Morais Júnior

• Formado em Ciências Náuticas pela Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante (EFOMM)
• Segundo Oficial de Náutica/ Operador de Posicionamento Dinâmico Pleno (Nautical Institute)
• Aprovado no Processo Seletivo à Categoria de Praticante de Prático em 2012
• Pratico na ZP-07 (Porto de Natal) desde 2014

Olá futuros Práticos,

Meu nome é Dário Costa. Ingressei na EFOMM sem saber ao certo o que me esperaria pela frente. Como muitas coisas na vida, tive duvidas se daria certo ou não. Resolvi arriscar. Deu certo. Muito certo! Assim que comecei o meu curso em 2006, escutei noticias que tiveram aprovados no concurso de Prático naquele ano e que estavam ali, bem perto de mim naquele Centro de Instrução (CIAGA). O que fiz? Comecei a correr atrás do material e logo em seguida iniciei meus estudos para o meu mais novo sonho! No ano de 2008 vi alguns veteranos meus sendo aprovados no concurso de Prático em 2008 e se eu tinha alguma duvida que só eram aprovados quem tinha contatos ou milhares de horas de mar, a mesma acabou naquele momento. Continuei estudando aos poucos. No ano de 2010, após um ano estagiando/viajando mundo afora embarcado, me formei e comecei a trabalhar como Oficial de Náutica (Piloto de Navio) em diversos navios, tais como: Rebocadores Manuseadores de Ancora (AHTS) e Navios de Construção Submarina (CSV) operados por empresas norueguesas. Ali tive o contato com o mar, ali trabalhei com pessoas de diferentes nacionalidades e cada vez aumentava meu desejo em me tornar Prático algum dia. Chegou então o ano de 2011 e fortes boatos de concurso surgiram. O que fiz? Pedi demissão para estudar mais intensamente pois embarcado era muito complicado. Ate me oferecem um bom aumento… recusei! Chegou o dia da prova e tive um misto de felicidade e infelicidade. Infelicidade por não ter sido aprovado e felicidade por ter chegado muito perto e que teria capacidade de passar no próximo concurso. E foi isso que aconteceu logo no ano seguinte. Voltei a trabalhar embarcado, continuei estudando e próximo à divulgação do edital pedi minhas contas novamente em 2012. Desta vez, tive somente a felicidade de ter sido aprovado e estar em um trabalho que só me da alegria desde então.

Sonhar é essencial!